Naruto Neo RPG
Obrigado por Acessar o fórum Naruto Neo!

Se registre e divirta-se com a nova geração. Bom jogo.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 2 de 2]


1 Team 02 em Dom Dez 18, 2016 4:41 pm

Hana

Vila da Terra

avatar
Vila da Terra
Ver perfil do usuário
Relembrando a primeira mensagem :



Segundo Campo de Treinamento

Ao lado leste da aldeia é possível notar uma clareira na flora local, é ali que um círculo de 25 metros de diâmetro reserva um espaço a mais voltado para o treinamento de shinobis da vila. As árvores que cercam o local possuem um contorno bem fechado, todavia suas entranhas são mais espaçosas conforme vão se distanciando da clareira do campo.

26 Re: Team 02 em Seg Dez 26, 2016 4:53 am

N3

Vila do Oceano

avatar
Vila do Oceano
Ver perfil do usuário http://narutoneorpg.forumeiros.com
Os garotos conseguiram, mas não de uma forma útil. Compreendo o amadorismo, só que tive esperanças de um prodígio. Não há do que reclamar, visto que são três crianças determinadas, e isso, é muito melhor do que ter um gênio no time. A garota Yamanaka, também a última a passar, estava finalizando sua travessia agora, espero apenas que toque os pés no chão. Quero ver o rosto deles enquanto me aproximo.

Parabéns, garotos! — Eles mereciam o elogio. Já que a primeira etapa do treino foi concluída, não faz sentido ficar com suas bolsas ninjas, então, as deixei no chão — Gostaria de perguntar uma coisa à vocês ... — Andei vagarosamente até à beira do rio, com a margem da água respingando em meus sapatos — Em uma guerra, vocês acham que os inimigos iriam esperar sua ideia, garoto senju? — Não me dei ao trabalho de virar-me para o encarar, acho que a pergunta seria contundente o suficiente para abala-lo — O shinobi que toma uma decisão, como consequência, deve arcar com os acontecimentos de sua escolha. Seus companheiros poderiam ter morrido, isso é, por falta de raciocínio lógico. Compreende? — Agora sim, me virei dessa vez, sorrindo, para que entendesse melhor o impacto que suas decisões tem. Naquele momento aproveitei para saltar por cima do rio, em pouco tempo, caindo do outro lado.

Conseguem ver essa árvore? — Era uma pergunta retórica. O momento foi oportuno para que aplicasse um golpe em sua base, o qual quebrou-na e a fez cair. O troco grosso da árvore, na qual caiu por cima do rio corrente, fez uma espécie de ponte improvisada — Era isso que deveriam ter feito — Era óbvio. Três crianças não teriam força para derrubar uma árvore, então, cabia à eles pensarem direito — O garoto Aburame tem insetos que poderiam ajuda-los, mas como não tem experiência de trabalho em equipe, então isso vetou sua capacidade de agir sozinho. O medo de uma reprovação de equipe, o fez não tentar agir solo — Aquilo poderia impactar no treinamento dos garotos.




HP: ???
CH: ???
ST: ???


Explicação:
• Não dei a descrição do campo e ninguém o aproveitou. Existe um motivo para não dar medidas, localizações e existências alheias no campo, e o motivo, é para que vocês usufruam das suas próprias imaginações, como também, e ainda melhor, sua criatividade.

• O treinamento foi focado em raciocínio rápido. Vocês tiveram um bom raciocínio, mas devem estar cientes de que não foi o melhor. Parabenizo o time pela ideia, mas peço que pensem bem antes, e principalmente, analisem o que tem para aproveitar sempre.



27 Re: Team 02 em Seg Dez 26, 2016 5:23 am

N3

Vila do Oceano

avatar
Vila do Oceano
Ver perfil do usuário http://narutoneorpg.forumeiros.com

Duelo de Titãs



O treinamento, de fato, foi uma experiência incrível para as crianças. O Time 02 estava em boas mãos, já que Reborn, O Hitman, era seu mentor.

A calmaria não poderia durar muito, pois a maldade não adormecia por toda eternidade. Um poder avassalador tomou controle do ambiente, tão forte que distorcia a nitidez da paisagem, como se pudesse puxar a imagem de seus olhos pra baixo, com força. Uma presença facilmente foi percebida pelo pequeno mentor, o qual já sabia da gravidade do problema. Os três garotos, mesmo que brevemente, foram capazes de avistar uma silhueta escura, destorcida pela distância, vindo e engolindo o chão que pisavam, dominando, o ar que respiravam. Seus pequenos corpos estavam sendo puxados ao chão, como se fosse a força da gravidade, os apontando como inimigos.

Não demorou muito, para que um homem de estatura mediana, capa vermelha e uma macabra máscara branca surgisse. Ele parou em frente aos três pequenos, os encarando, nas proximidades dos três metros à sua frente. Ele ergueu sua mão para frente, abrindo-a, como se estivesse almejando a garganta de cada uma das três. O terror caia sobre seus corpos, como uma intensa chuva de verão, e como ela, logo se passava. A mesma mão que fora erguida para frente, agora, é lançada para o lado direito, como se estivesse pronto para pegar algum objeto, mas até então, não havia nenhum ali por perto. Foi então, que do vazio, uma arma moderna se materializava de sua base ao seu topo; uma motosserra.

Com convicção em mata-los, aquele mascarado, em momento algum, mostrou ter piedade cravada em seu peito. Sua motosserra foi era fonte de temorosidade, a qual foi usada em um instante. Enquanto ainda estava prestes à ataca-los, as crianças por sua vez, pensavam estarem mortas, e principalmente, pensavam terem sido abandonadas por seu sensei, que até então, não havia se pronunciado sobre o ataque dirigido à eles. Foi então, em milésimos de segundos, onde o primeiro ataque com a arma fora executado sobre o trio, no entanto, com intuito de assusta-los e jogando-os no chão em pavor. O mascarado parecia gostar daquilo que estava acontecendo, então, levantou sua ferramenta pra outro ataque, mas dessa vez, usou um salto para aumentar sua força, afinal, a queda, faria-o aniquilar um alvo. Quando a lâmina rotativa estava prestes a atingi-los, um projétil atingiu sua costela, o arremessando pra longe. Seu corpo foi capaz de quebrar árvores e rochas durante o percurso, como consequência, levantar uma cortina de poeira imensurável. Em cinco minutos contatos, aquela criatura se levantou e encarou aquele 'novo homem'.

Diante das três crianças, um homem trajado de um terno preto e amarelo, com um chapéu da mesma cor, com uma fita ao seu redor, também, amarelada, veio a aparecer diante de seus olhos — Ciao! — Disse aquele homem, que de misterioso não tinha mais nada — Podem se levantar. A pressão dele é inexistente na minha presença. Vão até o gabinite do Asukage e os comuniquem de algo ... — Um clima de seriedade tomou conta do ambiente — Diga-o que: Shadow estava certo! — Naquele momento, o homem diante de seus olhos, vulgo, seu antigo e pequeno mentor, disparava-se para cima do mascarado, o arremessando de novo para longe, mostrando grande facilidade em combater aquela aberração. Será que, naquele nível colossal, o mentor havia provado seu verdadeiro poder aos alunos?


Demonstrações:



28 Re: Team 02 em Seg Dez 26, 2016 1:00 pm

Judd G. Dimitri

Vila do Céu

avatar
Vila do Céu
Ver perfil do usuário


A frente de Reborn, o grupo então ouviria uma curta bronca quanto à suas decisões demoradas e precipitadas e, embora o Aburame não tivesse aceitado totalmente bem tudo que fora dito, optou por manter-se quieto; sofrer o mesmo do Senju não seria nada interessante e, de qualquer jeito, nada mudaria a opinião do "bebê".

Com o fim daquela primeira parte do treinamento, Judd imaginou que, a partir dali pudesse ter mais alguns ensinamentos básicos, talvez mais daquele tipo de teste ou simplesmente o aprendizado de técnicas, mas por longos segundos, ninguém soltou uma única frase. O tempo parecia mudar aos poucos, retorcido, acinzentado. Oque diabos estava acontecendo?

Sua face demonstrava toda aquela pressão que sentia em si e, muito de sua força era gasta para se manter de pé quanto aquilo que ocorria e, acredite, isto nem era o pior. A partir de um rápido olhar, fora capaz de presenciar aquele que os atacava. Ele usava uma máscara assustadora e, ameaçava o grupo. " Isso não é um teste... É? " - Pensou o garoto, enquanto observava o braço do inimigo movimentar-se para a sua direita e, dali, uma motosserra surgir aparentemente de uma suposta invocação.

Embora tivesse sua atenção totalmente voltada para aquele homem, sabia que não haveria tempo para manter-se daquela forma e, na primeira movimentação brusca, o Aburame tentou proteger-se, em vão obviamente. A força do homem era esmagadora, titânica. Fazer qualquer coisa contra ele era simplesmente impossível e, totalmente sub-julgado, esperava somente seu segundo final.

Com aquela mesma apresentação tosca, surgiu então um segundo homem, protegendo a todos. Somente naquele instante Judd lembrou-se de Reborn. Talvez porquê seu defensor vestia uma mesma roupa de seu Sensei. Talvez fosse aquela sua verdadeira face. Então a teoria de um Henge no Jutsu estava correta? Não, não era hora de pensar em coisas tão triviais. Com uma ordem, o novo "Reborn" mandou aquele time sair daquele campo e, o mais importante, comunicar o Asukage uma certa palavra-chave.

- Shadow? - Sussurrou Judd, perguntando-se oque aquilo podia significar. De qualquer jeito, não era a hora certa para fazer perguntas a Reborn, afinal, ele estava um pouco ocupado.

Humilhado, totalmente sub-julgado e com um olhar sério, o Aburame decidiu engolir seu próprio orgulho e simplesmente sair daquele lugar. Não havia mais oque fazer por ali e, provavelmente, tentar ajudar só significaria sua morte e, obviamente, muito mais trabalho para seu Sensei. - Tsc... - Finalizou, saindo daquele lugar o mais rápido possível. Realizar a ordem a partir dali tornou-se o objetivo de Judd.

HP 500 - CH 500 - ST 500



Who are you to change this world ?

Ficha | Pergaminho

29 Re: Team 02 em Seg Dez 26, 2016 1:58 pm

Kayn Hyroxi

Vila da Terra

avatar
Vila da Terra
Ver perfil do usuário
Fim. Sim, tinhamos conseguido passar para o outro lado do rio, felizmente, ou nem tanto. Bem, pela forma que demonstrava através do olhar, o sensei não estava de acordo com o que eu pensava. Elogiou? Sim, mas somente porque passamos, mas isso não nos livrou de levar um pequeno puxão de orelha.

Aquela pergunta me fez refletir rapidamente. Ele estava totalmente certo, em uma guerra segundos podem custar vidas inocentes. Meu semblante se entristeceu, pois a culpa das possiveis mortes cairiam em minhas costas, eu não sabia se conseguiria carrega-las.

Permaneci calado, apenas escutando as palavras vindas do sensei. Ele então veio até nós, caminhou pelo rio até ficar ao lado de uma árvore. Estava certo, podiamos ter pensado em algo melhor, mas o que? Bem, a resposta veio de imediato, assim que chutou a tal árvore essa veio a cair sobre o rio, formando um tipo de ponte. Lógico que ainda não podiamos fazer aquilo que ele fez, ele deixou isso bem claro, mas também afirmou que nosso parceiro aburame podia manipular insetos comedores de madeira para que fizesse o mesmo serviço. Pois é, eu não havia pensado nisso, até porque até o momento eu não possuia informações sobre seu clã, assim como não possuo do clã da garota. Mas enfim, futuramente isso me seria de grande ajuda. Alí foi o termino da primeira fase do treinamento, até então estava tudo indo bem, pensava eu.

Toda aquela calma não durou por muito tempo. Por algum motivo alguém mais resolveu aparecer naquele campo. O avistava ao longe, sua silhueta estava distorcida, como se sua própria presença fosse capaz de afetar a realidade. Estranhei, mas não só isso, fiquei assustado. Todo o meu corpo estava pesado, como se o ar estivesse nos pressionando contra o chão. Aquilo estava mal, eu não tinha noção do que estava ocorrendo, mas sentia uma sensação desagradavel.

Como pensei, aquele homem não era um de nós, isso ele deixou bem claro ao apontar para nós. Me senti impotente perante aquilo, sem forças para ajudar os meus próprios companheiros, e agora prestes a morrer. Pelo menos se nada fosse feito por parte do sensei. O medo crescia cada vez mais, e a repentina aparição de uma arma em sua mão acabou piorando tudo. Meus olhos se arregalaram, estava óbvio a nossa morte e eu já havia aceitado isso, tanto que apenas abaixei minha cabeça. Era o fim, então porque assistir? A verdade não foi bem assim, antes mesmo do meu fim escutei o barulho da cerra se aroximando e logo em seguida se afastando. Abri meus olhos e percebi que o homem já não estava mais próximo de nós, e que nosso sensei estava alí com uma aparencia bem diferente. Tudo se desencadeou muito rápido, fomos mandados embora para não morrermos, com a missão de informar ao nosso Kage o que estava acontecendo alí. Bem, apenas acatei sua ordem, saí correndo junto aos outros, sabendo que meu sensei conseguiria aguentar a batalha até a chegada do reforço.



Status: Full

30 Re: Team 02 em Seg Dez 26, 2016 5:42 pm

Hana

Vila da Terra

avatar
Vila da Terra
Ver perfil do usuário
Não...
E
stava finalmente aliviada após ter conseguido atravessar do outro lado da ponte improvisada. Seu corpo parecia mais relaxado até que o sensei prolongou com um dialogo tanto sábio e elaborado, algo que seria guardado dentro do meu coração de forma segura e de aprendizado. - Obrigada sensei, levarei isso para minha vida inteira. - Sorrio ela, mantendo-se agora em silêncio enquanto observava tudo por sua volta.

De repente, o clima estava começando a ficar estranho após uma aparição contundente que há fez levar aos arrepios e alguns passos rastejante para trás; Mal poderia piscar seus olhos ou ao menos respirar de forma seguro e saudável até que diversos movimentos tão rápidos como uma luz vinha em direção dos três adolescentes que se encontravam no local.

O tamanho do ser "humano" que se apresentou diante nossos olhos não era mais estranho que o nosso parceiro Aburame, mas apresentava ser muito mais ameaçador. Julgando pela aparência de todos, quem iria nos proteger dessa ameaça rechiada de medo e pavor com sua capa tenebrosamente escarlate e com aquela máscara tão bizarro que me levaria a esquecer-me de respirar. - Droga... Uma pena que ele levará um esporro. - Após mencionar tal coisa em um tom baixo, visualizou o primeiro movimento que o mesmo fazia após a aparição.

Logo a seguir, teríamos a conclusão de que aquilo realmente estava fora do normal. Julgando pela aparência do nosso sensei, aquilo não seria mais estranho e sim um teste até que um objeto parecido com uma serra elétrica rodopiava com um metal tão forte e afiado assoprando a fumaça quente enquanto aquele motor trabalhava para o desespero de três coração... ou por quatro.

Seria realmente o fim? Acredito que não, mas por um instante bem que pareceu. O som agudo e angustiante fazia parte cada vez mais sem parar... Estava tudo muito errado, acho que agora mesmo teve a conclusão realmente de que tudo não era uma brincadeira quando de repente, o som da motosserra não fazia mais parte dos nossos sensíveis ouvidos.

Seus olhos estavam fechados assim como suas pernas curvadas uma da outra mantendo uma expressão de medo e de aconchegamento a ponto de se espremer-se toda para aguentar o impacto. A curiosidade de sentir o ar nesse exato momento, fez a Yamanaka abrir seus olhos de forma lenta e ver a poeira se elevar enquanto um jovem belo já aparentava diante as suas costas assim como seu tom de voz também me era estranho. - Mas senhor... o senhor vai ficar bem? - Preocupada, perguntou ao receber devida ordem.

Enquanto os outros dois corriam para chamar o Hokage sobre o paradeiro do rapaz. A loira não teve escolha, seguiu seus instintos de que deveria ficar e tentar ajudar o sensei de alguma maneira. Não faria nenhum sentido três pessoas avisar o Hokage em um só local se o objetivo é recrutar pessoas para ajuda-lo... Talvez Hana devesse buscar ajuda mais próximo ou talvez deveria ficar por lá como prova de ser aceita no time. - Não se preocupe comigo! - Disse ela em um tom entremisturada e confuso.

Sem muito com o que fazer além de assistir com seu punho fechados e próximo do seu tórax, seguiu correndo. Mas estava um pouco atrás dos dois membros da equipe onde tentou os avisa-los. - Judd! Mande seus insetos em direção da residencia do seu clã enquanto eu busco os jounnin's mais próximos dos arredores dessa floresta! - Ela então virou seu "cristalino" em direção do senju e disse em um tom forte e afeminado. - E você sim que deveria ir atrás do Hokage! - Ela então seguiu a partir da li em uma direção oposta dos rapazes, se adentrando em meio do matagal, queria ela agora gir um pouco aponto de se arriscar por essas pessoas [...]

HP: 500 CH: 500 ST: 500
## Yamanaka...

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum