Naruto Neo RPG
Obrigado por Acessar o fórum Naruto Neo!

Se registre e divirta-se com a nova geração. Bom jogo.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 1 de 1]

1 Ficha de Personagem - Queenie em Sex Dez 16, 2016 6:02 pm

Star Butterfly

Vila do Oceano

avatar
Vila do Oceano
Ver perfil do usuário

Ficha de Queenie


Nome: Queenie
Idade: 16
Gênero: Feminino
Vila: Céu
Clã: Hyuuga
Tipo Sanguíneo: AB+
Peso: 52 kg
Altura: 1,66 m
Elemento Primário:
Elemento Secundário: --
Fusão Elemental: --

Aparência: Queenie é uma garota jovem, com um penteado curto e franja negros e lisos, demonstra um cuidado acrescido na sua aparência. Como indumentárias, é bastante usual vê-la com o seu gancho de cabelo preferido - que funciona um pouco como a sua imagem de marca - uma borboleta dourada, contudo costuma utilizar, também, uma camisa branca abotoada, com as mangas ligeiramente mais largas e cuja extremidade inferior, da camisa, se encontra dentro da sua saia preta. Quanto à saia, esta por sua vez não é muito longa, fica um pouco acima do joelho, porém Queenie mantém um certo nível de dignidade - no seu ponto de vista - através de meias transparentes de tez negra, também. Para finalizar, o calçado vermelho, tenha a forma que tiver, a gravata e, o par de luvas negras, são essenciais para que esta seja reconhecida facilmente. A níveis físicos, é uma garota elegante, de estatura média, de pele clara e olhos rosados, cujo centro branco revela a sua origem e berço no famoso clã Hyuuga.

Imagem de Referência:

Personalidade: Queenie possui uma enorme variedade de traços psicológicos, demonstrando uma notória variedade de posições que pode tomar nas mais extremas ou pacatas situações. No entanto, irei dividir a sua personalidade em quatro aspetos principais, para que seja de mais fácil compreensão o modo como pensa, age e rege a sua vida.
Primeiramente, ela se considera uma mulher de respeito assim como uma boa ninja, não ao ponto de se gabar, simplesmente é segura de si e, podem acreditar, que não gosta que a subestimem. É uma garota que acredita no poder, quer feminino, quer masculino, não suporta aqueles que se acanham ou se contentam com a triste vida com que nascem, no fundo, este primeiro traço resume-se na sua ambição, orgulho, dignidade, honra e força de vontade.
Já quanto ao segundo aspeto, Queenie possui uma personalidade bastante revoltada - isto devido à sua história e experiência de vida, mesmo não sendo lá muito longa - ela, recusa-se a organizar a sua vida do modo que os outros gostam, é selvagem e indomável, quando decide uma coisa, mesmo sendo boa ou má, dificilmente, muda de ideias, especialmente, à vontade de terceiros.
Quanto à sua terceira característica, a mais curiosa para alguns, apesar da sua aparência, Queenie, possui extremos indícios de alguma espécie de disturbio ou obcessão com tortura, revelando um lado mais sádico e agressivo. Normalmente, aqueles que presenciam "esta Queenie" costumam ou revelar medo ou relutância, como se fosse uma, digamos, abusando do termo, "psicopata" ou até mesmo "louca".
Por fim, como último, mas não menos importante traço psicológico e emocional, Queenie possui, também, características que a sociedade considera bastante femininas, ou seja, ela quando não faz nada de importante, adora comprar relativamente grandes quantidades de roupa e acessórios. No fundo, esta garota possui muito que se lhe diga, mas independentemente de ser destemida e até "maníaca", demonstra, à sua maneira, através de muitos insultos ou "patadas", o carinho que sente pelos outros, aqueles importantes para ela.

História:
Por onde começar este peculiar conto, ora vejamos, pelo nascimento ou pelo momento mais relevante? Será que deverei fazê-los esperar pelo climax? Acho que sim, um pouco de suspense nunca fez mal a ninguém, não é verdade?
Queenie Hyuuga, a mais recente criança do clã haveria chorado e berrado pelos primeiros segundos da sua vida acabada de florescer, este era o sinal, o momento em que a nova membra da família principal do clã com os olhos de cristal, porém é também o instante de, bem três minutos após o parto, onde se perde um outro Hyuuga, a sua mãe, Akiko, cujas forças não foram fortes o suficiente para se agarrar à vida, após um parto tão doloroso e demorado. Pouco de interessante aconteceu desde então, a nova alma jovem ficou aos cuidados do seu pai, Kunikida Hyuuga, um homem rigoroso, mas um pai carinhoso e caloroso. Nunca teve razões de queixa, o amor do seu querido pai era incondicional, mesmo depois de ter visto os seus bizarros olhos, até mesmo para os membros do cã, os da garota, eram rosados, possuindo apenas, a pequena pupila, na tonalidade normal para os restantes, branco. Ao longo dos anos, foi-lhe, então, ensinados os costumes e artes da grande família, isto é, da primária, quanto ao "resto", como alguns dos seus parentes costumavam dizer, eram apenas mencionados, de quando em vez. O estilo do punho gentil, algo que, inicialmente, Queenie apresentou avassaladores dificuldades durante a sua aprendizagem, por mais que se esforçava, todas as suas tentativas eram debaldes. Lá acabou por aperfeiçoar o estilo, era a sua obrigação, contudo estou a deixar escapar um pormenor bastante importante, algo que, durante a finalização da aprendizagem, alterou, totalmente, o rumo que a sua vida tomaria.
Queenie tinha, por volta de 10 anos quando aconteceu, nessa altura, não era a Hyuuga mais nova, o título pertencia a uma garota de 7 anos, da familia secundária, se bem me lembro, de nome Nimika, uma jovem de cabelos castanhos e ondulados, sempre muito alegre e divertida, mesmo com a marca da família sentenciada no seu corpo. Numa tarde, enquanto Queenie e mais uns quantos jovens membros do clã, de ambas as famílias, treinariam e aprenderiam sobre todos os seus costumes, ambas as garotas, por alguns minutos, conversavam, pela primeira vez, perto de uma gigantesca árvore - na perspectiva das meninas - com um baloiço velho pendurado num dos ramos mais fortes e resistentes. A troca de palavras era bastante amigável, elas afeiçoaram-se uma à outra quase de imediato, até receberiam a desaprovação dos seus pais, mas apenas se encontraram esta vez, uma única vez. Aos poucos, Queenie foi-se apercebendo do quanto a miúda sofria só por estar acorrentada ao fado que é a familia secundária, só de pensar que uma menina de 7 anos sofrera e sofreria tanto, o seu coração foi tocado e deixou cair umas quantas lágrimas perante Nimika. Entrentanto, num gesto da mais pura inocência e bondade, a garota mais novinha, retirou um pequeno gancho do seu cabelo divertido e entregou-o a Queenie, para que se alegrasse, uma borboleta dourada...

- Porquê?! Porquê que você fez isso? Ela era minha amiga! - gritava, com 14 anos, uma Queenie enfurecida, tudo o que sentia naquela hora, era uma profunda tristeza que, gradualmente, se transformava numa insacíavel raiva e ódio, por tudo e por todos. - Como é que foi capaz de aceitar algo assim? Tudo o que ela fez foi falar comigo! Não entendo o porquê de tanto ódio, pai! - afirmava, convicta e confusa com tudo o que haveria sucedido, Nimika haveria sido condenada à morte induzida pelo clã e, não saber o porquê, deixava-me furiosa, nem o meu próprio pai, aquele estupor, me queria explicar o motivo para tudo isto.
- Queenie, é que... a garota já era doente, não conseguia utilizar o Byakugan e, pronto, ela quebrou um monte de regras ao falar com você filha, se acalma, por favor minha querida. - tentava ele apaziguar-me e diminuir a chama da minha ira, eu sei que, daqueles três motivos, o que pesou mais para tal situação, foi aquela maldito preconceito e descriminação entre as familias, estou farta...
- FARTA! Não aguento mais isto!
- Basta, Queenie! Já chega deste comportamento tão selvagem! Você vai se acalmar, esquecer isto, você é uma Hyuuga, somos um clã com uma enorme honra e dignidade, comece a agir como uma de nós, garota boba! - afirma ele, mudando totalmente de tom, não era este o meu pai, este homem reles, ríspido e áspero... sem coração! - Era o que a sua mãe iria querer, agora pare com estes disparates, já aconteceu, ponto! Ela nem ao menos conseguia utilizar o estilo do punho gentil! - todas estas desculpas entravam por um ouvido e saiam pelo outro, não estava disposta a ouvir nem mais uma palavra, o ponto de rutura estava quase sendo alcançado.
- Não! Não me posso acalmar, somos pessoas, eles são pessoas, deviamos estar todos unidos e não estar nesta... nesta... nesta MERDA! - o meu pai, rapidamente, esbofeteou a minha face, empurrando-me contra o chão com o impacto, uma grande dor e uma sensação de ardor tomaram conta do meu rosto, mas nada se comparava à dor que assombrava o meu coração.
- Respeito, Queenie, você é uma Hyuuga!
Com a mão no rosto e a outra no soalho, ajudei-me a mim mesma a erguer-me, com as lágrimas manchando a madeira do solo, as minhas luvas, agora húmidas e, sobretudo, o meu rosto vermelho e dorido. Olhei em frente, caminhei até ao meu pai e:
- Um Hyuuga é gentil... Honroso, respeitador, tudo isso são coisas que quer que a sua filha tenha, certo? - pergunto - Então... - fecho a mão, aperto-a com tanta força que os meus ossos pareciam querer quebrar - Parece que não sou mais a sua filha! - e com estas palavras, levei o punho até ao centro da face do meu pai, empurrei-a, quebrando o seu nariz, deixando-o sangrando e cheio de marcas, caído no chão, incrédulo com o meu comportamento.

Foi nesse momento que escolhi o meu caminho, sou uma Hyuuga, podem todos odiar-me, posso perder a consideração do meu clã, não quero saber, não vou fazer o que esta gente quer, NÃO VOU! Com sangue a escorrer pela mão, renego tudo, recuso tudo, vou viver a minha vida, para mim, estas regras e idiotices, não passam de ignorância.

-- The Not So Gentle Hyuuga --

Talentos: Primário - Ninjutsu; Secundário - Taijutsu; Terciário - Genjutsu;
Vertentes: Primária - Iryo-Ninjutsu; Secundária - Fuuinjutsu; Terciária - Kenjutsu;

2 Re: Ficha de Personagem - Queenie em Sex Dez 16, 2016 6:11 pm

N3

Vila do Oceano

avatar
Vila do Oceano
Ver perfil do usuário http://narutoneorpg.forumeiros.com
Aprovado.



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum